Como criar novos hábitos e ter uma vida melhor?

Como criar novos hábitos e ter uma vida melhor

Criar hábitos novos, hoje em dia, têm se tornado uma preocupação e uma necessidade para muitas pessoas.

Pessoas que querem ter uma saúde melhor, tanto fisicamente quanto mentalmente, ou que simplesmente desejam mudar seu modo de agir.

Afinal, por que não consigo mudar?

Como faço para parar esse comportamento que está me atrapalhando?

Como crio hábitos saudáveis?

Aqui, vou te explicar o que você pode fazer para criar novos hábitos, de forma que você tenha uma vida melhor.

O que são hábitos?

Repetição do cérebro de padrões, criando novos hábitos.

Hábitos são, basicamente, uma automação do nosso cérebro.

Um comportamento recorrente, que acontece na grande maioria das vezes sem muita percepção ou vontade consciente. Novos hábitos são adquiridos através da repetição.

Eles existem devido a uma questão de economia de energia, pela qual o nosso cérebro tende a criar padrões e mantê-los.

Sendo assim, quando alguma determinada ação é muito repetida, ela pode acabar se tornando um hábito. O seu cérebro entende que aquilo é importante e, portanto, deve ser repetido em situações semelhantes.

Já que ele entendeu o que deve ser feito e quando deve ser feito, você não precisa mais perceber aquilo, justamente porque seria um gasto de energia desnecessário.

Afinal, se é apenas preciso repetir, porque gastar energia raciocinando sobre?

E é a partir desse processo não consciente que os hábitos surgem, e é completamente natural.

Porém essa característica natural pode nos causar problemas.

A importância de criar bons hábitos

Nosso cérebro não sabe o que é certo e o que é errado, o que é bom e o que é ruim. Ele apenas sabe o que ele aprende.

Portanto, não importa se o que você está fazendo é construtivo para a sua vida e é saudável ou se é um comportamento completamente nocivo para a sua saúde.

Seu cérebro aprenderá o que for repetido com frequência.

Deste modo, é importante policiar-se de vez em quando para que um comportamento destrutivo não se torne automático.

Existe, contudo, uma maneira de se beneficiar dessa característica de nosso cérebro de economizar energia.

Para utilizá-la a seu favor, é possível priorizar comportamentos que lhe sejam construtivos, para que assim eles sejam automatizados.

Novos hábitos: como criar hábitos saudáveis

Novos hábitos saudáveis. Um exemplo é a corrida.

A maneira mais simples de se construir um novo hábito é a repetição.

Através dela é possível demonstrar para o seu cérebro que algo possui uma certa importância, de forma que ele conclua que precisa repetir aquilo.

Para além disso, quando já se tem um hábito, não é possível fazer com que ele suma. Nesse caso, você deve sobrescrevê-lo, com um novo hábito mais forte que o anterior.

E isso também pode ser feito por meio da repetição, tornando o comportamento desejado mais importante que o antigo.

Simples não é?

Na verdade, é um pouco mais complicado.

Emoção e repetição

Muitas pessoas acreditam que essa simples repetição é suficiente para estabelecer um novo hábito, embora ela seja apenas um dos componentes de sua construção.

Algo que é extremamente importante no aprendizado de nosso cérebro, seja hábito ou não, são as emoções.

Elas são marcadores para o nosso cérebro, que evidenciam ainda mais qualquer aprendizado obtido.

Então, além da repetição, é importante você buscar algo que faça sentido para você. Porque, caso você busque construir algo que você não tenha realmente vontade, ou que não te dê real satisfação, será mais difícil.

Portanto, utilize também as emoções ao seu favor, transforme em hábito aquilo que te trará uma satisfação verdadeira.

Considere para isso o resultado final que você quer. Esse é o hábito que me fará chegar lá? Esse é o único caminho para alcançar o que eu quero? Eu me sinto bem imaginando estas coisas?

Perceba como é importante ter um objetivo claro, que te traga alguma emoção. Do contrário, será um caminho difícil e sem sentido, que não te traz satisfação alguma.

Como disse Duhigg, autor de “O poder do hábito: por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios”: “Qualquer comportamento que pode ser reduzido a uma rotina é um comportamento a menos no qual devemos gastar tempo e energia pensando e decidindo conscientemente”

Encontrando, então, algum objetivo que faça sentido para você, que te traga satisfação, e assim trabalhando para construir um hábito que te auxilie a alcançá-lo, tudo ficará mais fácil.

Novos hábitos alimentares

Novos hábitos alimentares, comer alimentos saudáveis de maneira saudável.

Um dos tópicos mais importantes desse tema diz respeito à sua alimentação.

Como novos hábitos alimentares podem beneficiar a sua saúde física?

Como já visto antes, hábitos são uma automação. Quando negligenciamos nossa alimentação, de maneira constante, estamos tornando isso automático.

Quando se há um costume de se alimentar com “porcarias”, coisas que não possuem valor nutricional, em quantidades muito grandes ou muito pequenas, em horários errados, enfim, ter uma má alimentação, sua saúde sairá prejudicada.

Como qualquer outro hábito, você deve se policiar de vez em quando para perceber o que está acontecendo.

Perceber se o que você está comendo é você realmente quem está comendo, ou se é o seu cérebro repetindo um aprendizado.

Essa percepção é o início da mudança, caso seja necessária.

Falando sobre hábitos alimentares, na verdade estamos falando também sobre qualquer hábito que possa envolver a sua saúde, pois funcionam todos da mesma maneira.

Existem vários tipos de hábitos, todos funcionando por meio dos mesmos mecanismos de economia de energia. Um exemplo de outro tipo de hábito, é a procrastinação.

Deve-se ter cuidado com o que você ensina para o seu cérebro, pois, caso contrário, será complicado reverter uma grande quantidade de hábitos ruins para a sua saúde e, talvez, tarde demais.

Hábitos ou vícios?

Qual a diferença entre um hábito e um vício?

Um vício não é muito diferente de um hábito.

Na verdade, existe apenas uma única diferença entre os dois: o vício é mais difícil de ser superado.

O hábito é simplesmente uma automação, que se repete sem que você perceba mas, a partir do momento que você percebe, existe uma possibilidade de mudança.

Em contrapartida, o vício, que também é uma automação, possui uma carga emotiva mais forte, o que torna extremamente difícil a mudança simplesmente a partir da percepção.

Desta maneira, você agora compreende o princípio básico da mudança consciente de um hábito, a percepção, e o que deve ser feito a partir dela.

Porém, as vezes percebe-se que a mudança é difícil, sendo hábito ou vício. Existe uma automação tão forte que simplesmente não dá para mudar, e alguma sensação estranha ou ruim incomoda a pessoa.

Nesses casos, profissionais especialistas em lidar com as emoções das pessoas são de grande ajuda. Portanto, caso você tenha se identificado, procure já um hipnoterapeuta, e resolva o que for que está te incomodando aí dentro.

Se quiser saber mais sobre a hipnose e a hipnoterapia, confira os nossos outros posts sobre esses assuntos, ou meu canal no Youtube!

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on tumblr
Share on whatsapp

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *