Mudar de carreira? 3 dicas que você precisa saber

Mudar de carreira parece uma transição complicada para a maioria das pessoas, principalmente quando a insatisfação com o trabalho aparece tardiamente.

Porém, é muito natural a vontade de mudar de carreira para fazer algo que gosta!

Na maioria das vezes, as pessoas estão infelizes com suas carreiras atuais e, inclusive, acreditam que não têm mais tempo para fazer essa alteração. No entanto, em qualquer idade isso é possível.

Este artigo vai mostrar os passos para você migrar de profissão, de modo que você possa planejar a sua transição de forma mais leve. Confira a seguir!

Mudar de carreira: descubra qual é o próximo passo!

Mulher trabalhadora dando um grande salto de uma montanha para a outra, que possui a palavra trabalho em inglês no topo, sinalizando mudar de carreira.

Talvez mudar de carreira pareça uma ideia estranha, afinal você já tem um bom emprego e estabilidade financeira. Mas ainda assim, você sente que algo está faltando na rotina profissional?

Em outros momentos, sente insatisfação constante no trabalho, mas não sabe identificar com clareza o motivo?

Esse pode ser o momento certo para mudar de emprego ou profissão.

Caso contrário, a rotina se transformará num fardo pesado. A longo prazo, pode impactar na própria saúde mental.

Pensando nisso, vamos falar a seguir sobre a importância do autoconhecimento.

Busque autoconhecimento

Mulher sentada em posição de meditação com os olhos fechados, buscando autoconhecimento para mudar de carreira.

O processo de transição de carreira começa no autoconhecimento. Isto é, identificar a que esta insatisfação está ligada.

Nem sempre o problema será a sua carreira em si. Às vezes o ambiente profissional pode ser hostil e não apresentar estímulos de crescimento.

Quando paramos para analisar de perto nossa insatisfação, podemos fazer grandes descobertas. 

Às vezes, o problema não se limita à transição de carreira, mas, na necessidade de evoluir na área e conquistar um novo cargo. Ou de empreender e desenvolver habilidades diferentes. Em outras palavras, o que você pode estar precisando é de um desafio.

Por isso, aprenda mais sobre seu perfil e identifique suas paixões. Em alguns casos, há pessoas que têm perfil empreendedor, por isso, é comum a insatisfação ser grande nesses casos. 

O profissional que não pratica o autoconhecimento fica perdido em relação a qual rumo seguir. Geralmente ele muda de emprego diversas vezes, sobe de cargo, mas continua com a mesma sensação. Dessa forma, pensa que errou de profissão.

Em outras situações, o profissional é autônomo e vivencia o mesmo sentimento. 

Analise o mercado de trabalho

Lupa ampliando a visão de vários símbolos de banheiro masculino e feminino, espalhados em uma superfície azul.

Agora é o momento de analisar o mercado. Da mesma forma que você precisa conhecer o próprio perfil, deve fazer com a carreira.

Independente de mudar de profissão ou empreender, é preciso observar o mercado. Então, pesquise a exigência da formação educacional, além de analisar se há muita ou pouca demanda.

Além disso, converse com outros profissionais que passaram pela mesma experiência ou pesquise na internet para obter informações.

Inclusive, veja se você pode aproveitar a própria bagagem de experiência. Em seguida, complemente seu currículo para poder garantir essas novas oportunidades.

Confira as dicas para mudar de carreira de maneira simples!

1. Prepare o seu emocional

Bolas amarelas com rostos.
Da esquerda para a direita: rosto triste sem sobrancelha, rosto feliz, rosto zangado, rosto triste com sobrancelha.

Talvez você esteja receoso quanto à mudança de carreira, mas isso é normal. Afinal, você provavelmente estará entrando em espaço desconhecido.

O importante é você buscar maneiras de ficar mais tranquilo para poder realizar este processo que vai mudar a sua vida.

Caso seja muito difícil, ou você perceba que a sensação é muito desagradável, ao ponto de atrapalhar o processo, você pode buscar a ajuda de um terapeuta T.R.I., especializado em resolver problemas emocionais.

2. Trace um plano

Três pessoas trabalhando juntas, com papéis sobre uma mesa. Uma pessoa segurando uma folha com gráficos, outra apontando para essa folha, e outra escrevendo algo.

Como mudar de carreira de maneira simples após isso? Antes de pedir demissão ou fazer algo impensado, considere suas finanças. Afinal, ninguém quer surpresas que causem transtornos, certo?

Então, garanta que suas despesas fixas e imprevistas sejam supridas. 

Agora é também o momento de colocar em prática sua pesquisa de mercado, assim como sua autorreflexão.

Você deverá se adequar, se qualificar para atender ao mercado. Então, procure conhecimento de qualidade para se destacar nessa nova carreira que você planeja seguir. Por exemplo, se sua área foca na saúde mental, procure especializações com respaldo científico.

Ou seja, evite soluções que são temporárias e invista em conhecimento útil, livros que agregam, cursos profissionalizantes.

3. Faça Networking

Representação de networking, através de várias pessoas interligadas por linhas tracejadas.

Por fim, algo que também é muito importante, faça Networking e troque ideias que favoreçam seu processo de mudança de carreira.

Porque a segurança é muito maior quando coletamos dados reais. Portanto, converse com quem já passou por essa experiência e pesquise empresas bem posicionadas na sua área. 

Faça uma boa pesquisa a fim de ampliar sua rede de contatos. Se possível, mude de grupo profissional, para que, desse modo, você se conecte com pessoas que estão onde deseja chegar.

A partir disso, construir sua jornada com mais segurança será mais fácil.

Então, com isso, você percebe que mudar de carreira pode ser um processo tranquilo.

Também pode-se realizar esse processo em qualquer idade, nas mais variadas fases da vida, bastando para isso apenas planejar, buscar qualificação e se preparar emocionalmente.

Com certeza, cuidar do seu bem-estar é o mais importante nesta jornada. Então, mude de carreira apenas se você sentir que é necessário, e se prepare mentalmente para tal, porque quando você começar é melhor ir até o fim.

Mudar de carreira não é impossível, nem tem um tempo limite. Além disso, atuar com o que gosta é o início de uma vida de realização.

Se você está em busca de novas ferramentas e conhecimentos para melhorar a sua vida, é hora de você aprender mais sobre a Terapia de Reintegração Implícita (T.R.I.)!

Compartilhe

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.